quarta-feira , 26 abril 2017

Moradores de Vitória vão poder agendar vacina de gripe pela internet

vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (17), mas os moradores de Vitória poderão agendar o horário de vacinar pela internet. A marcação online vai começas as 12h deste domingo (16). A vacina estará disponível em 28 unidades de saúde da capital.

Segundo a prefeitura, a estimativa é imunizar 95.923 pessoas, entre gestantes, puérperas (mulheres que tiveram bebês há, no máximo, 45 dias), trabalhadores de saúde, pessoas portadoras de doenças crônicas (como diabetes e renais crônicos), idosos com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a menores de 5 anos e professores das escolas públicas e privadas.

Dia D

A primeira fase do agendamento online ficará disponível até o dia 5 de maio, com vagas para o período matutino, e será gradativamente reaberto, de acordo com as doses enviadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) até o final da campanha nacional, no dia 26 de maio.

Em Vitória e nos demais municípios, o Dia D da vacinação será no dia 13 de maio para todos os grupos prioritários.

Trivalente

A vacina contra gripe fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é trivalente e protege contra os vírus influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e influenza B (subtipo Brisbane).

A meta do Ministério da Saúde é vacinar 90% dos grupos prioritários de gestantes, puérperas, crianças, idosos e trabalhadores da saúde, reduzindo as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população-alvo para a vacinação.

Comprovação

Trabalhadores de saúde e professores precisarão comprovar sua condição. Os primeiros podem apresentar crachá, contracheque ou declaração da instituição com documento com foto.

Já os professores precisam apresentar declaração da instituição de que é professor ativo em sala de aula e documento com foto. Pessoas portadoras de doenças crônicas e não transmissíveis também são contempladas, mas precisam apresentar prescrição médica de indicação da vacina.

 fonte: folha vitoria