sábado , 24 junho 2017

Projeto de expansão do Porto Barra do Riacho é apresentado em Brasília

Após o anúncio feito pela senadora Rose de Freitas (PMDB-ES), na segunda-feira (17), de apoio do Governo Federal ao projeto de Parceria Público-Privada (PPI) para ampliação do Porto Barra do Riacho, em Aracruz, no Norte do Estado, o diretor-presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luis Cláudio Montenegro, esteve em Brasília nesta quarta-feira (19) para apresentar o projeto à bancada capixaba no Congresso Nacional.

A PPI tem previsão de investimentos no valor de R$ 2,5 bilhões e deve gerar 17,6 mil empregos, dos quais 14 mil são indiretos e 3,6 mil diretos.

Durante a reunião, a senadora Rose voltou a reforçar que a execução do projeto foi autorizada pelo presidente, Michel Temer. Diante dos demais membros da bancada capixaba, a parlamentar destacou a importância dos investimentos para a retomada do desenvolvimento econômico do país.

“Se nós acreditarmos que é possível, se nos esforçarmos para construir iniciativas como essa, com certeza o Estado do Espírito Santo se fortalecerá, ganhará musculatura para estar presente nessa questão portuária com muito mais oportunidades e com o desempenho muito maior. É um investimento que o presidente [Temer] autorizou. Não é uma notícia fantástica?”, comemorou.

A privatização da administração da Codesa será a primeira no setor portuário por meio do PPI e a previsão é que as operações comecem já no início de 2018. “O Porto Barra do Riacho é o único do país que reúne todos os requisitos necessários para essa expansão”, ressaltou Montenegro.

O Porto é cercado por ferrovia (ramal Espírito Santo – Minas Gerais), a BR 101 – já em fase de duplicação – e um aeroporto, além do terreno disponível para ampliação. “É um projeto de grande porte e que vai atrair muitos investimentos para o Espírito Santo e geração de emprego. Contamos com o apoio da bancada e da senadora Rose para que possamos concretizar esses investimentos o mais rápido possível”, disse o diretor-presidente da Codesa.

Assessoria de Comunicação

Senadora Rose de Fritas

Por Felipe Izar Xavier.