terça-feira , 22 agosto 2017

Volta às aulas exigirá ainda mais dedicação de quem vai encarar o Enem

As férias escolares de julho já estão chegando ao fim e a partir da próxima semana os alunos retomam as aulas para dar início ao segundo semestre do ano letivo. Para muitos, porém, esses meses finais serão ainda mais puxados, pois terão que se preparar também para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que pela primeira vez será realizado em dois finais de semana, nos dias 5 e 12 de novembro.

“É preciso saber conciliar os estudos e as tarefas do dia a dia para a conclusão do ano letivo junto à preparação para o Exame. Isso exige, além de dedicação, muita disciplina. É preciso estabelecer organização para conseguir esse equilíbrio e alcançar o melhor resultado possível tanto no colégio como também para o Enem”, diz Fabio Silva, coordenador pedagógico do Ético Sistema de Ensino.

O especialista aconselha transformar algumas atitudes em hábito durante esses meses que antecedem a avaliação. “Ao começar a se preparar desde já, evitando o acúmulo e a pressão habitual que naturalmente surgem quanto mais se aproxima a data do exame, o processo se torna bem menos desgastante, inclusive favorecendo ainda mais a compreensão e o aprendizado”, completa Silva.

A primeira dica dele é o aluno reservar um horário fixo para os estudos, diariamente. “Os mais estudiosos podem começar com uma carga de horas maior. Quem ainda não tem o hábito, pode começar com um pouco menos, desde que vá aumentando progressivamente”, sugere. “Mas o mais importante é permanecer estudando enquanto ainda consegue manter a concentração. Vale mais a qualidade do que a quantidade de horas”, completa. Sempre que possível, o aluno pode também conciliar os estudos para as disciplinas do colégio com o conteúdo que pode ser cobrado no Enem.

Outra dica tem a ver com a redação. Como já é de conhecimento, ela geralmente traz como tema questões da atualidade. “Por isso é importante que o aluno se mantenha informado a respeito do que vem ocorrendo. Quanto mais informações tiver, melhor. Assim terá condições de produzir um texto bem fundamentado, com uma boa análise sobre o assunto em questão. Separe um tempinho para conferir o noticiário, acompanhar os fatos e ler a respeito, e não se contentar apenas com as manchetes”, diz Silva. Para praticar, ele sugere ainda que o estudante redija algumas redações com alguns possíveis temas e peça a pessoas próximas que leiam e avaliem suas ideias, para conferir como está se saindo.

Na internet também há uma infinidade de opções para o aluno reforçar os estudos, que podem variar de vídeo-aulas a provas de simulação. “Óbvio que no meio de tanta oferta não é tão simples encontrar algum canal com um bom conteúdo e, de preferência, gratuito. Vale a pena pegar dicas com amigos que também estão passando por essa fase e que provavelmente já tenham descoberto algum site ou aplicativo interessante ou com amigos mais velhos que já realizaram o Enem e podem passar também boas referências”, conclui o coordenador pedagógico. 

Sobre o Ético Sistema de Ensino

Referência na área educacional, oferece soluções educacionais a centenas de escolas espalhadas pelo país. Com projetos integrados e inovadores, desenvolve materiais pedagógicos para diversas disciplinas, em diferentes plataformas, tanto para uso dos alunos como também para dar suporte aos professores, atendendo desde a Educação Infantil até a fase pré-vestibular.

 

Ex-Libris Comunicação Integrada