terça-feira , 22 agosto 2017

Governo libera R$ 15,6 milhões para as Polícias Civil e Militar do Espírito Santo

Maior parte dos recursos será aplicada em obras de reforma, compras de viaturas e armamento

O Governo do Espírito Santo liberou, nesta terça-feira (08), um total de R$ 15,573 milhões para as Polícias Civil e Militar do Estado. A maior parte dos recursos será para compra de 56 viaturas, armamento, equipamentos de informática, além de reforma de prédios, como a ampliação da sede da Polícia Civil. Do total, R$ 11, 606 milhões são para a PM, e R$ 3,967 milhões para a PC.

Os atos para a liberação dos créditos foram assinados pelo governador Paulo Hartung, em solenidade no gabinete, no Palácio Anchieta. Dos R$ 11,606 milhões da PM, R$ 6,2 milhões serão aplicados no Batalhão de Polícia de Trânsito. Os valores serão assim distribuídos: R$ 2,14 milhões para reforma e manutenção do parque tecnológico (TI); R$ 1,950 milhão em compra de 26 viaturas; R$ 840 mil na aquisição de computadores; e R$ 1,030 milhão na compra de móveis, coletes e pneus para o batalhão.

Para a reforma da Diretoria de Inteligência (Dint) da PM, o Governo liberou um total de R$ 1,2 milhão, recurso proveniente de operação de crédito com o Programa Especial de Apoio aos Estados (Propae), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Outros R$ 410 mil, de emendas parlamentares, também serão aplicados em compra de viaturas, com número a ser definido. Já para manutenção de viaturas, compra de pneus e combustível, e remuneração de mão de obra, os recursos somam R$ 1,770 milhão. Na aquisição de munição e armamento será aplicado R$ 1,260 milhão, e outros R$ 720 mil serão destinados a equipamentos de informática.

O coronel Nylton Rodrigues, comandante-geral da Polícia Militar, destacou que o investimento feito no Batalhão de Trânsito é fruto da arrecadação feita pelo Estado com pagamento de multas e outros recursos do Detran.

“Esses recursos serão aplicados em melhorias não só no BPTran, mas em outras unidades pelo Estado. Investimento em melhorias que voltam para a sociedade. Polícia equipada dá retorno mais rápido e eficiente para os capixabas”, frisou o comandante.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, ressaltou que os investimentos são planejados e mostram que o Espírito Santo tem driblado a crise com inteligência para anunciar melhorias para a segurança dos capixabas.

“São investimentos que garantem compras de equipamentos e modernização de nossa estrutura. É uma iniciativa que garante polícias melhores equipadas, para agir nas mais diversas áreas e complexidades. Aconteceu um conjunto de esforços para readequar os investimentos que já estavam planejados. Atendendo ao senso de prioridade, para aplicar em momento exato e em áreas importantes”, explicou André.

Polícia Civil
Na Polícia Civil, dos R$ 3,967 milhões em créditos liberados pelo Governo, R$ 1,5 milhão serão aplicados na compra de 30 viaturas, e R$ 480 mil na aquisição de 100 fuzis. Obras de ampliação da sede da instituição, envolvendo a ocupação do espaço da antiga sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), na Avenida Nossa Senhora da Penha, em Vitória, vão absorver R$ 600 mil do total de recursos.

Para o chefe de Polícia Civil, Guilherme Daré, os investimentos garantirão mais qualidade no atendimento à população e melhoria da estrutura de trabalho para os policiais.

“Esses investimentos são importantes porque garantem compra de novos equipamentos, como 100 fuzis de alto desempenho e precisão, usado por polícias do mundo todo, viaturas para trabalho de investigação. Com certeza a garantia de uma nova sede para a Polícia Civil nos permite instalar melhor nossas equipes e ampliar nossas ações de inteligência”, pontuou Daré.

Também em obra de reforma, para a instalação da Delegacia do município de Santa Teresa, serão aplicados R$ 318 mil. Tanto na ampliação da sede da Polícia Civil, quanto na delegacia da cidade da região de montanha do Espírito Santo, os trabalhos serão realizados por internos do sistema prisional do Estado.

Do valor liberado para a PC, nesta terça-feira, serão ainda aplicados R$ 500 mil em combustível e R$ 180 mil na realização de curso de formação da Guarda Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Outros R$ 500 mil serão destinados à aquisição equipamentos e material permanente.

“A qualificação dos agentes de Cachoeiro é uma demanda antiga do município que estamos atendendo. A partir de agora vamos montar o curso de capacitação e a partir dele, os guardas poderão realizar o patrulhamento utilizando arma. Estamos capacitando um importante aliado da segurança municipal que é o agente”, explicou Guilherme Daré.

 

enviado por : Comunicação da Sesp