sexta-feira , 15 dezembro 2017

Injeção para enxaqueca pode ser tratamento contra a doença

Quem sofre de enxaqueca pode receber boas notícias em breve: estudos baseados em um tipo de injeção vêm mostrando resultados bastante positivos, de acordo o material divulgado nesta quinta-feira (3) no The New England Journal of Medicine.

Ainda não há um remédio específico para esse tipo de dor de cabeça, doença crônica e vilã de tantos cidadãos. Atualmente, os médicos usam substâncias que servem para amenizar o incômodo ou os sintomas. Porém, eles não foram desenvolvidos especialmente para ela.

De acordo com Mário Peres, neurologista e professor do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da USP, que acompanha as pesquisas com a substância, acredita que o tratamento será aprovado no início de 2018 no FDA, organização norte-americana que regula os fármacos, e no segundo semestre do ano pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Ele acredita que um dos benefícios será a ausência quase total de efeitos colaterais.

Como funcionará?

As injeções são anticorpos inseridos no organismo. Pesquisadores fazem a “clonagem” de um anticorpo humano, depois o induz a reconhecer qualquer corpo estranho e eliminar, criando assim, os anticorpos. Os pesquisadores, usando essa ideia, estão treinando os anticorpos para reconhecer a molécula causadora da enxaqueca, e por fim destruí-la para que a dor cesse.
Por Claudia