sábado , 20 janeiro 2018

Turismo de eventos dobrou movimentação financeira no ano de 2017

Em um ano o turismo de eventos do Espírito Santo dobrou em movimentação financeira de turistas. A projeção é do Espírito Santo Convention & Visitors Bureau, que estima que os visitantes que estiveram no estado para participar de congressos, feiras e afins tenham gasto em 2017 mais de R$ 302 milhões, valor superior ao ano anterior quando a movimentação registrada foi de R$ 149 milhões.

Ao todo foram realizados 85 eventos internacionais, nacionais, estaduais e regionais. Este dado é 28% superior a 2016.  Já o número de turistas que circulou pelo estado no período foi de 151 mil, 16% a mais que no ano anterior.

Segundo o presidente do ES Convention Bureau, Paulo Renato Fonseca Jr., com os dados positivos o turismo de eventos se consolida como importante ator na economia capixaba. “Mesmo com a crise financeira, com a crise de segurança pública e outras dificuldades, o turismo de eventos cresceu, gerou empregos, renda, oportunidades e impostos. Somos uma cadeia produtiva forte, organizada e com estrutura e fornecedores para recebermos muito mais eventos”, disse.

O calendário do Convention mostra que o estado recebeu no decorrer do ano 13 eventos internacionais e 29 nacionais, além de 35 estaduais e nove regionais. O presidente explica que muitas vezes a vinda do turista para participar de um evento é seu primeiro contato com o destino capixaba e uma importante forma de divulgação.

“O turista de eventos é qualificado, tem um gasto maior no destino e quando gosta do local, volta e traz sua família. Além disso conta a boa experiência para seus amigos. È certamente um importante propagador do destino”, conta.

O ES Convention Bureau, em parceria com outras entidades, vem trabalhando para ampliar a atração de eventos para o estado. Em um projeto chamado Site Inspections, em que profissionais responsáveis pela organização de eventos internacionais e nacionais são convidados a conhecer in loco toda a estrutura turística e atrativos locais. Somente este ano foram realizadas oito visitas de inspeção.

“A prioridade dos Governos deve ser a divulgação, trabalhar para expor o que temos para oferecer, mostrar nossos pontos fortes como nossa ótima logística, infraestrutura e atrativos turísticos e culturais. O foco do Convention Bureau é a captação de eventos. Trabalhando juntos estamos conquistando muitos avanços para a área”, diz Paulo Renato.