sexta-feira , 15 dezembro 2017

Sete dicas para manter a saúde da sua voz

vozImagine ficar 24 horas sem dizer uma palavra! Apesar de ser um ótimo exercício de meditação, seria um grande problema para as suas atividades rotineiras. A preocupação com a voz é quase que exclusividade de cantores, professores, jornalistas, médicos e outros profissionais que a utilizam diariamente. Mas, deveria ser de todos. Além de ser o mais importante meio de comunicação entre as pessoas, a voz retrata as emoções e a personalidade.

Apesar da sua importância, são poucas as pessoas que, no dia a dia, mantém os cuidados básicos com a “saúde vocal”. Pelo contrário, muitos, até adotam hábitos nocivos que a comprometem e que prejudicam todo o aparelho fonador. As pregas vocais, por exemplo, estão sujeitas a uma série de enfermidades que podem causar dor, aspereza e rouquidão. Tudo isso dificulta a fala ou altera o timbre e o tom de voz.

“É preciso cuidar bem da voz e utilizá-la de forma correta, sem excessos, para ter sempre uma voz saudável. Todo e qualquer indivíduo, que faça ou não uso da voz como de forma profissional, com mais de sete dias de rouquidão deve prontamente procurar o otorrino para uma consulta”, avalia o otorrinolaringologista da Unimed Vitória, Giulliano Enrico Ruschi e Luchi.

Que tal cuidar bem da sua voz? Quer saber como? Confira as dicas dos especialistas para cuidar melhor do seu patrimônio vocal.

  • Não forçar a garganta (pigarrear): O ato de forçar a garganta ou pigarrear para retirar a secreção tem efeito negativo. Nessa situação o melhor é beber água e deglutir algumas vezes.
  • Não fumar: O cigarro é muito prejudicial para as cordas vocais. As substâncias presentes no cigarro causam irritação direta na mucosa da região das cordas vocais, além de aumentar o pigarro e tosse. O tabagismo aumenta, também, a chance de desenvolver câncer de laringe e pulmão.
  • Evitar uso do álcool: Bebidas alcoólicas irritam as vias respiratórias e alteram a qualidade da voz.
  • Não gritar e sussurrar: Gritos e sussurros forçam a voz. Com o tempo, podem aparecer lesões, como nódulos, nas cordas vocais.
  • Manter a hidratação: Beber bastante água lubrifica toda a região da garganta.
  • Evitar ar condicionado: O ar condicionado deixa o ar do ambiente mais seco. A redução da umidade do ar causa o ressecamento do trato vocal. Assim, é preciso fazer mais esforço para falar.
  • Evitar condimentos: Alimentos condimentados como pimenta e mostarda podem irritar a garganta

ESHOJE.